O MEU MUNDO

O mundo não acabou, mas eu senti o fim de um grande ciclo da minha vida. Eu sou apaixonada por essa época, ano novo, renovação, mais 365 dias pra fazer tanta coisa acontecer, tentar de novo, tentar melhor.

Não peço, só agradeço. Mas posso sentir, em cada poro do meu corpo, que ano que vem será o melhor da minha vida, pelo menos até agora. Talvez porque eu seja muito melhor do que nos outros anos, saiba mais o que eu quero. Me imponho bem mais. Quem sabe porque eu, finalmente, me livrei de alguns pesos, desencanei dessa história de apego, tô gostando mais de mim. Aceitando mais a mim e respeitando os meus espaços, limites, loucuras.

Sempre respeitei e entendi todos os surtos do outro, agora é a minha vez. Não posso obrigar ninguém a me aturar, me amar, ficar do meu lado. Mas o que eu posso menos ainda é mudar pra me encaixar na idealização de alguém tão torto quanto eu. Adaptação é necessário, mudanças são bem vindas quando a gente muda pra gente. Se anular ou se deixar de lado é o maior erro que alguém pode cometer e eu já errei demais.

Tô de peito aberto, cabeça erguida, pé atrás. Acredito num ano de realizações, muito amor e sucesso, não por ter fé em 2013, mas por ter fé em mim. E esse ano, entre tantas lições, crises, lágrimas de dor e felicidade, me ensinou isso: Ser mais eu, ser completamente eu, transbordando mesmo, intensa mesmo e fica quem quer. Vai embora quem tem que ir. Vida que segue e, com toda certeza do mundo, aconteça o que acontecer, eu sobrevivo. Eu evoluo. Amadureço. Eu esqueço, mas aposto um doce que muita gente que me deixou escorrer pelas mãos, nunca vai esquecer de mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *