AEDES AEGYPTI: DENGUE, ZIKA VÍRUS E CHIKUNGUNVA

Oi galera!
Tudo bem com vocês?
O post de hoje é sobre o assunto que vem assustando e mobilizando todo o país. Como sabem, o Brasil está em estado de alerta pela grande quantidade de casos de Dengue, Zika Vírus e Chigungunya. Muitas dúvidas cercam essas doenças, é por isso que hoje o assunto é sério! Bora se conscientizar e acabar com esse “mal” pela raiz?!


Antes de tudo é necessário saber que as 3 doenças são transmitidas pela picada do mosquito Aedes Aegypti. Mas cada uma tem suas características e sintomas.


DENGUE - é a doença com maior número de casos no Brasil. Existem quatro subtipos de dengue, a DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4, sendo que o mesmo tipo não é reincidente, mas todos corremos o risco de pegar as quatro variações da doença. A mais arriscada é a dengue hemorrágica e a síndrome do choque da dengue - que causam sangramento, queda de pressão arterial e aumentam o risco de morte.
SINTOMAS: febre, dores no corpo e articulações, erupções na pele, dor atrás dos olhos, linfadenopatia, leucopenia, trombopenia e hemorragias.


ZIKA VÍRUS - classificado como uma dengue com sintomas mais fracos. O que assombra o país é a relação entre a doença e o surto de casos de microcefalia em recém nascidos. Recentemente, foi também descoberto que o vírus pode causar a Síndrome de Guillan-Barré, doença na qual o sistema imunológico ataca o sistema nervoso, causando inflamação nos nervos, fraqueza muscular e, em casos mais graves, pode ocorrer paralisia.
SINTOMAS: febre, dores no corpo e articulações, erupções na pele, dor atrás dos olhos, conjuntivite, linfadenopatia, hepatomegalia, leucopenia e trombopenia.

CHIKUNGUNYA - Essa doença ataca as articulações, causando inflamações, dores fortes, inchaço, vermelhidão e calor nas juntas. Os mais afetados pela doença são crianças de até um mês e idosos.
SINTOMAS: febre, dores no corpo e articulações, erupções na pele, dor atrás dos olhos, conjuntivite, linfadenopatia, hepatomegalia, leucopenia e trombopenia.


Se sentir algum sintoma, o médico deve ser procurado para que os devidos exames sejam feitos!!

PREVENÇÃO
É necessário evitar que os mosquitos se reproduzam, para isso é preciso:


- Evitar água limpa e parada! Pois ela é foco para a reprodução dos mosquitos. Portanto, além da água da chuva, temos que tomar cuidado com acumulo de água em qualquer circunstância.
- Tampe os ralos! Eles também podem se tornar foco do mosquito.  Tampe-os com uma tela ou higienizar o local todos os dias com desinfetante.
- Limpe as piscinas com frequência! Elas devem ser cobertas com lonas.
- Utilize larvicidas! Eles matam as larvas dos mosquitos em lugares onde há água parada. A Secretaria de Vigilância em Saúde da sua cidade distribui esse produto.
- Se proteja! Coloque telas nas janelas e portas de sua casa, e as feche antes de escurecer. Opte por roupas claras, que não fiquem grudadas ao corpo e cubram braços e pernas (roupas escuras atraem os mosquitos). Use repelente. Tem que ser os repelentes que contêm nas suas fórmulas: icaridina nas concentrações ente 20% e 25%, DEET entre 30% e 50% e IR 3535 a 30% são eficazes contra o Aedes Aegypti. Ele inibe a picada, mas mesmo assim, a proteção não é total. Repelentes caseiros, como citronela, óleo de soja e cravo-da-índia não são indicados, pois não são fortes o suficiente.


Espero ter esclarecido! Se cuidem e cuidem do país!
Até a próxima! 
Beijos!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *